Cadernos

Qual o valor de uma encadernação especial?

Este é a pergunta de um milhão de dólares: qual o valor de uma encadernação especial como a que fazemos?

O assunto é muito bom e ele vai além do custo operacional de um caderno artesanal, ou seja, o quanto de papel, tecido ou cola.

Quando eu fiz o curso de custos de produção na EduK, este tema foi levantado e obviamente, rendeu um bom tempo e reflexão. Como calcular o custo do miolo? E o material da capa, qual área do couro usado e quanto vai custar? E as horas de trabalho, como calculo?

Bem, para este tipo de levantamento de preços e custos, eu tenho uma planilha em excel. Frete, quantidade, área, tudo ali calculado.

Mas não é só isso. Uma encadernação especial, como por exemplo essa que fiz com bradel e couro pleno que ilustra a matéria, é mais do que isso.

Valor não é preço!

Para fazer um projeto destes, com todo o acabamento e cuidado, é preciso investimento. E não apenas de material, mas também de conhecimento, tempo e pessoal.

Para se ter uma ideia, para fazer esta peça da foto foram dois cursos específicos: o de encadernação Bradel – que fiz com o excelente Ulisses Freire – e a de couro pleno, que fiz com o Pablo Peinado do atelier O Velho Livreiro.

E fazer os cursos não se limita ao valor pago por eles. Tem o tempo despendido, as experimentações (com material sendo gasto!) e o investimento pessoal.

Então é normal uma peça destas chegar a preços bem mais altos que um caderno ou sketchbook feito de maneira industrial. No entanto, o seu valor – que difere de preço – justifica essa diferença, uma vez que na maioria das vezes será algo único, feito de uma forma individualizada e muitas vezes personalizada.


Quer ver outros exemplos de encadernações especiais? Acesse nossa loja!